Cartaz Seara Nova
Cultura, 24.03.2022 às 16:26
UMinho evoca centenário da revista “Seara Nova”
A exposição “Seara Nova – 100 Anos de Acção e Pensamento Crítico” é inaugurada esta sexta-feira, dia 25, pelas 12h00, na Galeria do Paço, no Largo do Paço, em Braga. A sessão conta com a presença do Reitor, Rui Vieira de Castro, da Vice-reitora para a Cultura e Território, Joana Aguiar e Silva, e do Diretor da “Seara Nova”, João Luiz Madeira Lopes, entre outros.

A Universidade do Minho associa-se às comemorações dos cem anos da revista “Seara Nova”, recebendo uma mostra itinerante, um documentário e um debate.

A mostra vai estar patente até 19 de abril, de segunda a sexta-feira, entre as 10h00 e as 18h00. Pretende dar a conhecer a história e as motivações que levaram à fundação da revista, os seus diretores e colaboradores (como Joana Marques Vidal, Victor de Sá e Lídia Jorge), a intervenção política, as disputas travadas nas páginas da publicação e a memória gráfica. Além desta retrospetiva, a exposição inclui um conjunto de trabalhos plásticos de Jorge dos Reis, intitulado “O Lápis Não Rasga o Papel”. 

Na Galeria do Paço vai ser também projetado diariamente, às 11h00 e 15h00, o documentário “Há cem anos, a Seara Nova”, de Diana Andringa. O programa geral inclui ainda a 8 de abril, às 16h00, no mesmo espaço, o debate “Que Seara Nova para os próximos 100 anos?”, prevendo-se as intervenções da coordenadora redatorial da revista, Maria João Milhano, e dos professores universitários António Fontainhas Fernandes, Isabel Pires de Lima, Pedro Bacelar Vasconcelos e Carlos Abreu Amorim. 

A iniciativa conta com o apoio da Reitoria da UMinho, da Rede Casas do Conhecimento e do Município de Lisboa. A exposição tem percorrido todo o país, nomeadamente Lisboa, Vila Real, Porto, Aveiro e Coimbra, seguindo-se Faro, Setúbal e Santarém.

Fonte: GCI

Arquivo de 2022